quarta-feira, 1 de junho de 2011

Relatórios


Módulo de Matemática
Tutor Lorival
Escola: Centro de Educação “Profª Alanira Benedita de Carvalho Brito”. APAE
 Cursista: Dilna Aparecida Rufino de Queiroz
Inocência - MS

Atividade Aplicada no
3º ano Ensino Fundamental
Número de alunos: 17 alunos
Professora Mariusa Rodrigues Lima Azambuja.
Dia 13/04/2011
Vespertino

Relatório Fascículo 7 – Resolver problemas: o lado lúdico do ensino da matemática.


TI 4: Descobrindo os segredos dos Jogos (Leituras e atividades complementares).
Após ter jogado e termos discutido as potencialidades dos jogos:
  1. Converse com seus colegas e elabore situações-problema para que seus alunos possam resolver. Não se esqueça de levar em consideração as questões discutidas no módulo sobre resoluções de problemas.
  2. Aplique pelo menos um dos jogos em sua sala de aula. Lembre-se de estar atento às jogadas de seus alunos e fazer intervenções necessárias.
  3. Leve as situações-problema criadas por você para a sala de aula e peça aos alunos para as resolverem.



Jogo do KALAH


Este jogo foi nos apresentado neste fascículo 7, e desde então, tornou-se um sucesso.
Por conta disto resolvi aplicar na sala com o propósito de incrementar a aula com situações-problema criadas após as jogadas.
Organizei o espaço para que todos, mesmo os que não estavam jogando participassem e fosse já se aprimorando para quando fosse a sua vez de jogar, estivesse interagido jogo com o jogo, e deu super certo.
Fizemos os combinados para que houvesse a colaboração de todos principalmente quem estivesse assistindo aos colegas, pois estes que estivessem fora das jogadas era para ir marcando os resultados de cada elemento da dupla. As duplas teriam três rodadas, e assim possibilitar trabalhar bem com situações-problema após todas as jogadas.
Apresentei dois jogos do kalahs para que fosse jogado por duas duplas, com isto dar tempo para todos terem oportunidade de participar.
 Antes de começarmos as jogadas, foi escolhido no “dois ou um”, quem seriam as duplas que iriam começar.
Iniciado o jogo, fomos marcando cada final de rodada os pontos de cada participante que no caso eram 4, pois com dois jogos do kalah havia 4 participantes jogando.


Observação: um dos jogos de KALAH era jogado com pirulitos no lugar das sementes ou outro grão, este jogo foi confeccionado em placa de isopor e bocas de garrafas peti transparente.

Durante o jogo foi uma euforia todos opinavam nas jogadas, mas sem prejudicar o andamento do jogo, e assim foram realizadas as etapas com a participação de todos os alunos formando 8 duplas, e um que jogou duas rodadas pelo fato de serem 17 alunos. Finalizado o jogo começamos a colher os resultados, e colocá-los no quadro, usando as operações de adição e subtração, mas houve um momento e um aluno ao ver o resultado de um colega que tinha feito a mesma pontuação nas três rodadas, disse que poderia então multiplicar o resultado por três que conseguiria a resposta mais rápido que na adição.

Situações-Problema
Exemplos:
1.      Quantas duplas foram formadas?
2.      Quantas rodadas cada dupla jogou?
3.      Quantos pontos cada um fez nas três rodadas em que participou?
4.      Quantos pontos a Yasmim fez a mais que a Dutiely?

Durante as respostas, percebi o quanto foi grandioso a realização deste trabalho, pois com um simples jogo, podemos fazer descobertas, ensinar de maneira lúdica e agradar nossos alunos ao mesmo tempo. O uso do pirulito após o jogo foi outra festa para eles, o retorno que nossos alunos nos dão quanto elaboramos uma atividade pensando em ensinar e tornar momentos agradáveis é maravilhoso. Os alunos não queriam mais parar de jogar, e eles mesmos iam anotando, pois com três jogadas o resultado final da dupla às vezes surpreendia quem havia ganhado duas rodadas, pois com a diferença de números em uma das jogadas, dava a vitória para aquele que havia ganhado uma só vez, mas com diferença grande de pontuação.




"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget) 

"Nesta vida pode-se aprender 3 coisas de uma criança: estar sempre alegre, nunca ficar inativo e chorar com força por tudo que se quer."Leminski 

Nenhum comentário:

Postar um comentário